20/01/2017

PREFEITURA DE CAICÓ PROPÕE DIVIDIR SALARIO DE DEZEMBRO EM 5 VEZES E PROPOSTA É RECUSADA PELOS SERVIDORES.

Os servidores da Prefeitura de Caicó-RN, ainda não receberam os vencimentos do mês de dezembro de 2016. 
A Gestão atual de Caicó-RN, apesar de ter se reunido com os Sindicatos 3 vezes, não apresentou uma solução plausível para resolver o impasse. 
Foi dada uma proposta de dividir o débito em 5 parcelas e pagar janeiro em dia, junto com reajuste do mínimo.
O SINDAS/RN propôs que a Prefeitura faça um empréstimo e pague a todos de uma só vez, afinal os servidores não trabalharam parcelado. 
Lamentavelmente o Prefeito Batata disse que não vai fazer empréstimo, porque não quer pagar juros a banco. Com essa declaração do Prefeito de Caicó, fica claro que  ele quer que os servidores fiquem endividados, paguem juros a banco e passem fome. Lamentável!
Após a reunião ocorrida na quarta feira (18-01-2017), recebemos por escrito, uma proposta oficial assinada pelo Procurador do Município e nos comprometemos avaliar a proposta em assembleia conjunta.
Na quanta feira 19-01, reunimos os servidores da saúde e educação, mas após um amplo debate a categoria recusou a proposta e exigiu um protesto em frente a Prefeitura.
Após uma caminhada pelas ruas do Centro de Caicó,  nos concentramos em frente a Sede da Prefeitura, onde vários servidores e sindicalistas fizeram suas intervenções. (ver vídeo abaixo)
Na próxima semana, as categorias se reúnem, para discutir um indicativo de greve geral no Município de Caicó.   Esperamos que antes que a greve aconteça o Prefeito crie juízo e resolva a situação, porque uma paralisação nesse momento, poderá colocar em risco o tradicional carnaval de Caicó.
PROPOSTA DA PREFEITURA


PREFEITA DE SÃO JOÃO DO SABUGI-RN DISCUTE REIVINDICAÇÕES DOS ACE E ACS COM SINDAS.

Na manhã do da última quarta feira, antes da reunião com Prefeito de Caicó, nos reunimos com a Prefeita de São João do Sabugo-RN, para discutir vários pontos de pauta pendentes e fazer novas reivindicações.
Além dos pedidos que envolvem a segurança e a saúde dos agentes, protocolamos dois projetos de lei, um que versa sobre a instituição de um plano de carreira para categoria e outro que prevê o pagamento do incentivo de final de ano (conhecido como 14º salario).
Cobramos da gestão, que envie para Câmara, o projeto de lei apresentado pelo SINDAS em 2016, que trata de algumas alterações na Lei Municipal do PMAQ. A principal alteração que propomos foi de ser pago 60% como gratificação e não 40% como é atualmente. Outra alteração que pleiteamos foi a divisão do valor em partes iguais.
Avaliamos a reunião como positiva, principescamente porque a Prefeita é muito esclarecida, o que facilita o diálogo. 
A creditamos que nos próximos dias tenhamos mais alguns motivos para comemorar em São João do Sabugi. Espero que as promessas de resolução não fique só no papel, afinal o ex- prefeito Aníbal Pereira se comprometei avaliar algumas reivindicações e não nos deu respostas.

15/01/2017

SINDICATOS SE REÚNEM COM PREFEITURA DE EXTREMOZ PARA DISCUTIR PAGAMENTO DOS SALÁRIOS DE DEZEMBRO DE 2016.

Na última sexta feira(13-01) participamos de uma reunião no Município de Extremoz-RN, para discutir com Prefeito como será feito o pagamento  do mês de dezembro e do incentivo adicional dos agentes.
A reunião foi marcada no Gabinete do Prefeito, e diferente de Caicó, o Prefeito se fez presente e deixou claro para todos que a dívida é dele e vai pagar.
Já nas primeiras falas da Gestão foi transparecida a  intenção de pagar os salários de dezembro e que isso só não já foi feito,  por causa dos problemas deixados por Klaus Rêgo (FPM zerado, não foram feitos lançamentos do IPTU 2017, foram descontados da conta da Prefeitura 6 meses de consignações dos empréstimos dos servidores, foi descontado valor significativo  de dívidas junto ao INSS etc).
O SINDAS/RN sugeriu algumas medidas para minimizar os danos dos servidores. Até que os salários sejam adimplidos, sugerimos a doção de um horário corrido por 90 dias, assim o servidor não precisará se deslocar 4 vezes ao dia e custear sua alimentação. Sugerimos também, que os servidores que estão totalmente impossibilitados de trabalhar não sejam penalizados.
Relembramos a Joaz, que apesar da confiança depositada nele, existe uma tolerância máxima de 2 meses pra ele organizar a casa, pois quando ele colocou seu nome nas urnas sabia que herdaria mais ônus do que bônus.
Diante de todos os problemas expostos transparentemente pela Gestão, ficou claro que a Prefeitura deve cerca de 4,5milhoes e só dispõe de pouco mais de 1,5milhões e desse total nem tudo pode ser pra salário
Todos os problemas ficaram claros para os sindicatos presentes (SINDAS/RN, SIDSAÚDE, SINDICATO DOS ENFERMEIROS E SINDICATO MUNICIPAL). Mas para ter mais clareza e os servidores verem com seus próprios olhos os extratos das contas, propomos uma reunião com todos os servidores e sindicatos na quinta feira 19-01.
Para pagar o salário de dezembro sem parcelamento, sugerimos que a Prefeitura de Extremoz faça um empréstimo bancário, junto a instituição onde paga a folha do Município. Sugerimos, ainda, que usem como argumento a possibilidade de mudarem de banco caso eles não facilitem.
Diante da proposta o Prefeito se comprometeu buscar o banco para avaliar a possibilidade de fazer um empréstimo.
Joaz assegurou que pagará o mês de janeiro até o dia 31, mas segundo ele não basta pagar a folha em dia, ele disse que pretende capitalizar a Prefeitura e numa situação de emergência ter recursos reservas para pagar uma folha.
Após a reunião, ficou acordado levar as propostas ao Prefeito e agendou-se uma reunião com os sindicatos para segunda feira 16-01 e outra para quinta feira 19-01, com todos os servidores da saúde e Sindicatos.
Esperamos que após a reunião de segunda entre Prefeitura, MP/RN, Judiciário e Sindicatos, na quinta feira tenhamos uma solução para o problema. 

A PREFEITURA DE CAICÓ QUER PARCELAR O SALÁRIO DE DEZEMBRO DE 2016 EM 6 VEZES.

Na última quinta feira(12-01) participamos de uma reunião no Município de Caicó-RN, com objetivo de discutir o atraso dos salários de dezembro de 2016.
A reunião foi marcada no Gabinete do Prefeito Batata, com todas as entidades sindicais com atuação no Município de Caicó, mas de uma hora para outra, sua equipe de Secretários Municipais, desmarcou a reunião no gabinete e transformou numa reunião coletiva com a Presença de todos os servidores.
O Prefeito fugiu da reunião, mas mandou uma equipe composta por Marcos Airton - Secretário Municipal de Tributação e Finanças, Pedro Rocha - Procurador Geral do Município, Tânia Maria Dantas Ramos - Controladora Geral,  Marcelo Coelho - Secretário de Planejamento e Articulação Institucional, e Alex Alexandre Dantas - Secretário municipal de Administração.
Como chegamos com 20 minutos de atraso, a reunião já havia começado e a expectativa de todos os presentes, era que a Prefeitura apresentasse uma proposta de pagamento plausível.
Nas primeiras falas da Gestão ficou claro para nós do SINDAS/RN, que não havia nenhuma intenção por parte da Gestão, de pagar os salários do dezembro em curto prazo. Na nossa opinião, houve uma tentativa reiterada do Secretário  Marcos Airton, de deixar os servidores revoltados com a ex-gestão e engolirem a desculpa que o salário atrasado não é problema da Gestão atual e pode ser pago de qualquer jeito.
A reunião estava um tumulto só, todos falavam ao mesmo tempo, estava se instalando uma arena para debater lados políticos e falar bem ou mal de ex-reitores de Caicó.
Após pedir ordem e que fosse estabelecida uma organização da mesa, foram feitas inscrições e o SINDAS/RN foi o segundo Sindicato a falar. O Presidente foi taxativo o disse que a atitude de marcar uma reunião com todos os servidores, desmarcando a reunião com os sindicatos estava errada e era um jogo para deixar todos desesperados e não resolver nada.
Disse que quando o Prefeito colocou seu nome nas urnas estava herdou o ônus e bônus da Prefeitura e a dívida dos servidores deve ser paga por ele. Sugeriu que a Prefeitura faça um empréstimo bancário, com a mesma instituição onde é paga a folha do funcionalismo. Para Cosmo só existe essa maneira de pagar de uma só vez os salários de dezembro.
Propor parcelar salário que já está atrasado é uma prova da falta de respeito que se terá com os servidores de Caicó. A Prefeitura não tentou primeiro fazer um empréstimo e o propôs parcelar a dívida em 6 vezes, porque o sacrifício seria dos servidores, quando deveria se sacrificar e contrair uma dívida junto ao banco.
Após a reunião, ficou acordado levar as propostas ao Prefeito e agendou-se uma reunião com os sindicatos para segunda feira 16-01.

Esperamos que dessa o Prefeito participe e traga uma solução melhor que parcelar a dívida em 6 vezes. 
VEJA NOSSA FALA NA REUNIÃO

13/01/2017

ESCÂNDALO - TEM SERVIDOR DA PREFEITURA DE NATAL QUE GANHA ATÉ R$ 60.320,00

Após termos acesso a folha de pagamento de Natal, referente ao mês de novembro,  o Dir. de Comunicação do SINDAS/RN, Damião da Costa, fez uma planilha com os dados da folha, do maior salario para o menor.
Anteriormente havíamos vinculado no blog, que existe servidor da Prefeitura de Natal que ganha duas vezes mais do que o Prefeito Carlos Eduardo, mas nos enganamos, na verdade tem um que ganha 4 vezes mais. Trata-se de GILMAR ARAUJO DA SILVA, ENGENHEIRO da SEMOV que ganha R$ 60.320,00.
Estamos encaminhando algumas informações ao Ministério Público do RN, com objetivo de  averiguar algumas suspeitas em relação a folha.

12/01/2017

SINDAS/RN FOI O ÚNICO SINDICATO A TER ACESSO A FOLHA DE PAGAMENTO DE NOVEMBRO DE 2016, DE TODOS OS SERVIDORES DE NATAL-RN

Após a suspensão da greve dos agentes de saúde de Natal, o SINDAS/RN tratou de agilizar várias demandas de interesse da categoria. 
Uma delas foi se reunir com Secretário de Saúde, para discutir as pautas específicas dos agentes. Outra prioridade foi conseguir a folha de pagamento de todos os servidores da Prefeitura de Natal, a qual já está conosco e sendo avaliada.
Após temos acesso a folha de pagamento da Prefeitura de Natal, descobrimos uma grande mentira repassada na reunião com Prefeito.
Segundo a Srª Adamires da SEMPLA, a folha de pagamento de Natal custaria cerca de 100 milhões de reais, mas após temos acesso a folha, descobrimos que o valor real da folha dos servidores de Natal é de R$  54.762.542,54. 
Desse montante é descontado de todos os servidores, a importância de  R$ 12.960.062,47 de encargos.
Os salários variam de R$  724,00 que é o caso do pensionista DAMIÃO ARAUJO DE OLIVEIRA, até R$ 41.958,69, que é o caso de CARLOS SANTA ROSA DE ALBUQUERQUE da Procuradoria Geral.
Uma das coisas que chamou a atenção do nosso blog, foi o desconto no salário do Procurador, que totaliza R$ 23.871,69. O que será esse desconto e para onde vai?
Outra curiosidade é o Salário do Prefeito CARLOS EDUARDO, que totaliza  R$ 20.000,00, o que corresponde a menos da metade do salário do Procurador Geral.  
Mais alguns salários que  chamaram a nossa atenção, foram os salários dos Engenheiros da SEMOV, Sr. JOÃO MARIA DE ALMEIDA LOURENÇO (R$ 24.277,27), Sr. MÁRCIO COELHO DE MELLO LIMA (R$ 35.811,51), Sr.ª MARIA DAS GRACAS DE SOUZA (R$  33.510,73) e Sr.ª REGINA CÉLIA ARAUJO BOCAYUVA (R$ 30.225,59), ou seja, mais que o salário do Prefeito e da maioria dos servidores de nível superior, em especial, dos médicos e outros engenheiros concursados.
Diante desses super salários da SEMOV, tá explicado o porquê da "INDUSTRIA DAS MULTAS DE NATAL". 
Cada detalhe da folha de pagamento de Natal será avaliada por nós. Pretendemos, inclusive, contratar um especialista para passar o pente fino em todos os detalhes. 
Se dos R$ 100 milhões caiu para pouco mais de R$ 54 milhões, depois de um pente fino, pode cair muito mais. Não tenham dúvidas que TEM MUITA COISA A SER ESCLARECIDA.
Aguardem o próximo capítulo. 
CONFIRA A FOLHA DE PAGAMENTO DE NATAL NA ÍNTEGRA: